segunda-feira, 11 de julho de 2011

"Alter Herzog" - Uma Session Beer

Ao meu ver tem ocorrido uma grande proliferação de novas cervejas extremas no mercado cervejeiro brasileiro, isto não somente através da presença das importadas, mas também das micro-cervejarias locais que lançaram vários rótulos acima dos 6,0% de ABV (a Bamberg lançou sua versão especialíssima St. Michel, a Colorado lançou uma Imperial Stout que deveria estampar a palavra Vintage em seu rótulo não fosse a burocracia brasileira, a cervejaria Leuven de Piracicaba está com três rótulos com 5,5%, 6,0% e 8,0% de ABV, sem contar as que dubbels, tripels e quadrupels brasileiras que já estão há algum tempo no mercado).

Com isto me parece que o Brasil anda ficando um pouco de fora da onda das Sessions Beers que parece estar começando, bem devagar, a tomar forma principalmente nos EUA. Embora ainda não exista um consenso do teor alcoólico máximo das cervejas que poderiam ser chamadas de Session Beers, acredito que nenhuma cerveja acima dos 5% ABV mereça este título.

Algumas discussões a respeito do assunto podem ser encontradas no Thirsty Pilgrim e no Session Beer Project.
Basicamente o que os Sessionistas desejam são boas cervejas das quais se pode tomar alguns copos sem precisar da ajuda de outra pessoa para se levantar da cadeira. Mas o que é mais importante é que as Sessions Beers sejam boas cervejas, com aroma e sabor dos nobres ingredientes utilizados na preparação da cerveja, e não aquela água de enchurrada pálida e sem sabor que viraram a maioria das pale lagers brasileiras.

Inspirado nas Session Beers decidimos nós mesmos criar a nossa Session Beer, baseada em uma receita que adoramos repetir: Altbier.

A composição de maltes foi simples
  • Pilsen (89%),
  • Cara 120 (11%, para um pouco de sabor e cor).
Decidimos não exagerar nos lúpulos também, mantendo o IBU em 20
  • Hallertau Spalt para amargor
  • Styrian Goldings para sabor e aroma
Um pouco de coentro (10 gramas em 40 litros de cerveja) para adicionar um toque cítrico e incrementar um pouco a cerveja. Fermentamos com WYEAST 1007.

Como deve ser uma Session Beer, mantivemos o OG em 1,042, o que deve resultar em 4,1% ABV, considerando uma atenuação de 75%. Após dois dias de fermentação a temperatura foi reduzida de 17 graus Celsis para 15 graus Celsius.

Prost!

Nenhum comentário:

Postar um comentário