terça-feira, 4 de agosto de 2009

Larousse da Cerveja

Foi lançada a Larousse da cerveja. A publicação que até agora era exclusividade do mundo dos vinhos vem para divulgar e informar sobre a cerveja. Espero que esta publicação torne mais respeitada a posição da cerveja no Brasil que, apesar do avanço nos últimos anos, ainda sofre muito preconceito por parte daqueles que não conhecem o precioso líquido, achando que este se resume às insossas Pilsens comerciais de larga escala. Preconceito que é expresso de maneira especial por alguns entendidos de vinho que criticam a cerveja sem a menor base técnica para fazê-lo.

Eu, que particularmente não tenho preconceito contra vinhos, adquiri recentemente um livro sobre a degustação e a elaboração de vinhos. Fiquei surpreso ao ler, já no prefácio escrito por Luiz Groff, quando este discutia uma tentativa do marketing em tratar o vinho de forma simplista, a seguinte afirmação: “... o marketing enveredou pelo caminho de provar que vinho é simples. Simples é cerveja. Vinho é especial e quem o bebe é, e prova sê-lo quando o bebe”.

Que afirmação carregada de preconceito! Um preconceito milenar originado nos romanos. Infelizmente o senhor Groff se encontra uns dois mil anos atrasado no tempo! O interessante é que descobri, assistindo ao último Bytes and Beer que conta com a participação de Randy Mosher, que enquanto o vinho tem cerca de 400 componentes químicos de sabor, a cerveja tem 800! Sem falar no leque de cervejas que é tão grande e que propicia harmonizações tão versáteis, que talvez sejam inimagináveis para alguns enófilos.

A Larousse da cerveja pode ser encontrada no Fnac por R$ 95,20.

Ein Prosit!

Nenhum comentário:

Postar um comentário